#TV5SOSBrasil

AGENDA DE EVENTOS

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

-

Destaques

O texto de hoje fala sobre uma das pessoas mais incríveis e adorável que eu tive a honra de ser fã. É impossível fazer uma chamada para o texto sem me emocionar, pois falar de Calum Hood sempre será a coisa mais difícil pra mim.

O texto foi escrito pela fofa da Julia e eu espero que vocês amem cada linha dele.

Quando o assunto é nosso querido falso japa, vulgo Calum Tomas Hood, chego a ser bem “desesperada”, porque além de meu favorito na banda, me inspira a continuar seguindo em frente e ir em busca dos sonhos.
Mesmo sendo um dos mais sérios e fechados da banda, ele é alegre, fofo, divertido, alto astral, melhor compositor e dono das bochechas mais apertáveis e mordíveis do mundo.
Meu maior orgulho é ver que aquele garoto que sonhava ser jogador de futebol e até passou uma temporada no Brasil para isso, cresceu, e além de se tornar famoso, realizou um sonho. E me alegra é ver que aquele menino, não perdeu sua essência, continua a mesmo brincalhão, sensato, responsável, e o melhor baixista da 5SOS.
Não gosto de lembrar das inúmeras vezes em que fui julgada pelas pessoas por ser diferente, mas não um diferente fisicamente e sim de personalidade. Ou mesmo quando me julgam por deixar de sair para poder ficar em casa participando de TAGs, votações ou até mesmo sonhando com o dia em que poderei conhece-lo.
Meus familiares e amigos falam que é besteira ficar me prendendo a uma bandinha que nem sequer sabe da minha existência, mas sempre falo que eles – principalmente o Calum- me ensinaram que, por mais difícil que seja, não devo me importar com a opinião alheia me aceitando e sendo eu mesmo. Clichê dizer isso? Pode até ser, mas é apenas a verdade.
A cada dia, o sorriso, as piadas, as brincadeiras, as fotos, os tweets inspiradores e reflexivos só me fazem ama-lo cada vez mais. Amar? Sim, A M A R.  Por que ele se importa com os fãs, tanto que já até pagou ingressos de um show pra eles.
Porém, esse anjinho vulgo Cal, não é apenas com os fãs. Ele é simplesmente apaixonado e preocupado com os amigos, e faria qualquer coisa por eles e por nós.
Dói ver as coisas horríveis que ele já recebeu e passou, que foram proporcionada pelas pessoas que se dizem fãs da banda, mas que de fãs não tem nada.  Se meu bolinho está sofrendo eu choro, porque me magoou em saber que ainda há seres que se sentem felizes em estragar o dia do outro.
Só queria de dizer que não importa o que disserem para mim, eu  o amo muito e sei que, apesar de não me conhecer, eu moro no coração dele junto com vocês.
 
All my love!

Quando eu paro para pensar sobre o Ashton a primeira coisa que me vem na cabeça é: paz.
Ele me transmite tanta coisa boa, que eu me pergunto diariamente: Como é possível uma pessoa como ele receber tanto hate, quando tudo o que ele merece é amor.

Nossa coluna da semana é sobre o nosso Ashton, vem conferir e se emocionar com o texto escrito pela Sara.

Que Ashton Irwin é a pessoa mais fofa, carinhosa e maravilhosa do mundo todo mundo já sabe, mas será que todos sabem o que há por trás desse ser humano tão lindo?
Se você está nesse fandom a um bom tempo, deve saber que os pais de Ashton se separaram quando ele tinha apenas 2 anos, e que (boatos) o pai se mudou para os Estados Unidos. Sou obrigada a a dizer que, infelizmente, certas pessoas *tosse* haters babacas *tosse* usam isso como argumento para maltratar ele, e sim, por mais que não pareça, eu sei que isso o afeta. Os próprios meninos da banda já disseram que ele é o mais sensível.

Vocês podem estar se perguntando: “Eu achei que você estava aqui para falar de coisas boas… Então porque tivemos que voltar nesse maldito assunto?”
Bem, era exatamente isso que eu queria que você dissesse.
“O sofrimento faz as pessoas melhores”
Eu não sei de onde tirei essa frase, honestamente. Mas acho que ela se aplica muito bem ao Ashton. Mesmo tendo passado por tudo que ele passou, ele seguiu em frente.
É difícil lembrar das coisas horríveis que eu já li sobre ele, aliás, eu juro que cheguei a chorar algumas vezes, mas eu não me arrependo disso. Eu chorei porque ele é alguém muito especial para mim, e eu não quero vê-lo sofrendo novamente.
A maioria dos meus amigos fala que isso é besteira, que eu me preocupo demais e coisas assim. “Ele nem sabe que você existe” é uma das coisas que eu mais me acostumei a ouvir nos últimos meses. Dói, claro, mas eu me esforço ao máximo para acreditar que ele me ama, mesmo não me conhecendo, porque ele sempre fez questão de dizer que ama todos os fãs, mesmo que não possa conhecer todos pessoalmente.
Uma das melhores coisas que ele me ensinou foi que eu devia ser eu mesma. Eu sou deficiente, nunca andei e desde pequena tive problemas em relação a me aceitar do jeito que sou. Eu me sentia um lixo quando olhava em volta e percebia que não havia ninguém igual a mim por perto.
Mas depois que conheci os meninos e, principalmente, quando comecei a gostar do Ashton, ouvindo algumas músicas deles, e vendo aqueles tweets tão maravilhosos dele, eu percebi que não tinha que ser igual a ninguém, mas sim ser eu mesma.
Eu vejo o quanto o Ashton se esforça pra nos deixar felizes, para nos ajudar de alguma forma, e isso é o que eu mais aprecio nele. É incrível ver como ele se importa com os fãs e faz de tudo para nos fazer felizes, e eu confio que um dia vou poder dizer isso a ele pessoalmente.
Eu não me importo se para alguns ele é “só o baterista” ou coisa assim, eu o amo e sei que ele me ama também, e tenho orgulho de dizer isso.

All the love!
Sara (@LightnIrwin)

 

Os textos recebidos essa semana foram carregados de sentimentos e desabafos, não poderia ser diferente na hora da escolha, foi incrivelmente difícil escolher, derramei lagrimas atrás de lagrimas, mas no final sempre vale a pena ler cada um dos textos enviados. Obrigada a cada um que enviou seu texto, em breve trago novidades para a coluna sobre os textos que não foram usados ainda.

O tema da semana foi ‘Qual música do 5SOS é importante para você e qual a história por trás da importância’. A Giovanna escolheu falar sobre a música Broken Home, um tiro certeiro pois acredito [e alguns textos recebidos me provam isso] que muitos dos nossos seguidores passam por problemas semelhantes.

A princípio eu não iria mandar isso, nunca pensei que fosse realmente expor algumas coisas que expus, me levou um bom tempo escrevendo. Não tenho certeza se ficou bom, mas mesmo assim resolvi mandar por ter gostado muito de escrever, por mais que tenha sido difícil. Sem mais delongas, o texto:

Quando perguntada sobre a música mais importante do 5 Seconds Of Summer, eu não penso duas vezes antes de responder Broken Home.

Ao mesmo tempo em que essa música me traz muitos dores de volta, muitos pensamentos que eu gostaria de não ter tido, também traz toda a força que eu já tive e provavelmente vou ter na minha vida.

Eu tenho que admitir que relembrar dos berros da minha mãe, dos gritos do meu pai e de todas as brigas que eu já presenciei é, no mínimo, doloroso. Não me é satisfatório lembrar-se de como eu me trancava no quarto, tampava os ouvidos pra tentar abafar os gritos, cantava baixinho pra me distrair e me perguntava pra onde toda aquela felicidade e todo aquele amor que eu presenciei quando mais nova tinha ido. Eu ouvia meus avós conversando “mas meu bem, antes de ela nascer eles não brigavam assim” e tudo que vinha na minha cabeça era o que eu tinha feito de tão errado pra causar toda essa dor e todo esse sofrimento, pra mim, eu era a causa daquilo. Pensei tantas vezes em tirar a minha própria vida pra simplesmente deixar meus pais serem felizes novamente. Mas foi quando meus pais se separaram que eu percebi que aquilo que eu chamava de lar já estava destruído a muito tempo e não havia nada que eu pudesse fazer pra o reconstruir. Eu sofri com a culpa de ter acabado o casamento dos meus pais por muitos anos, o vazio e a solidão foram me destruindo aos poucos. A minha mãe simplesmente quebrou, entrou em depressão e só saía da cama pra ir ao banheiro. Ela gritava dor, por dentro e por fora, e era evidente que naquele momento, não tinha mais amor ali, nem pra filha mim, nem pra ninguém. Ela foi se reconstruindo aos poucos, “catando os caquinhos” como ela mesma disse e eu decidi fazer o mesmo. Me acostumei ao vazio, me acostumei a não ter todo o amor do mundo nem a felicidade de antes, consegui deixar pra trás e continuar a minha vida, assim como a minha mãe. A coisa é: Broken Home pode até não me trazer boas memórias, mas me lembra do passado o suficiente pra saber que eu consegui reunir forças pra superar algo que por um bom tempo eu achei ser minha culpa, e não me deixa esquecer que essa força vai estar sempre aqui comigo, assim como eu espero que fortaleça cada um que leia isso e ouça a música.

 

Sinceramente, Giovanna @undestroyeable

 

É com grande alegria que publicamos hoje o primeiro texto enviado por vocês. Foi um trabalho difícil escolher apenas um entre todos os textos enviados, me emocionei lendo cada um deles.

Nada disso seria possível se não fosse por cada um de vocês, nossos fieis seguidores. Cada retweet, reply, DM, palavra de carinho e toda a ajuda que vocês nos dão faz nosso trabalho valer a pena. Obrigada a todos que enviaram os textos, não se desanime porque ele não foi escolhido, eles estão guardados e podem ter certeza que quando menos vocês esperarem eles estarão aqui.

Fiquem de olho no nosso TWITTER para saber o tema do próximo texto. Nos vemos no próximo domingo com mais uma edição na nossa COLUNA HEY EVERYBODY!

Quando questionada o que aprendi com o 5SOS Brasil e o que o site me trouxe de bom passa milhares de coisas pela minha cabeça.             

Bem, é difícil descrever o site em palavras, quando conheci 5SOS, a primeira fonte de notícias que comecei a acompanhar foi o 5SOS Brasil, e com ele, veio milhares de coisas maravilhosas, conheci pessoas incríveis e a cada dia que passa meu amor pelo site/twitter/facebook/etc e pelas pessoas que o fazem acontecer só aumenta.                               

Se você acha que ninguém se importa com você, bem, entre no 5SOS Brasil. Eles tem uma palavra amiga para você independente do que é o seu problema.               

Costumo dizer que o 5SOS Brasil é mil e uma utilidades já que além de update, eles são, educação, saúde e lazer. Sempre cuidando de nós, como “dê um descanso para a sua audição” já que a poluição sonora é considerada a 3° maior poluição do mundo atrás apenas do ar e da água (sim, aprendi isso com o site e nunca mais esqueci).         

Tive o prazer de ir no último encontro que teve e nunca me senti tão bem em toda minha vida. Conheci pessoas incríveis e nem mesmo minha timidez me impediu de conversar com eles, me senti pela primeira vez aceita no meio de um grupo sem ninguém olhar para mim e me julgar. 

Obrigado por sempre estarem se importando conosco mesmo “nem” sabendo quem somos. Por dizer que somos importantes e que fazemos a diferença no mundo. Tenho muitos problemas em descrever o que sinto em palavras, mas posso dizer que amo cada detalhe no site, cada Tweet, cada post, cada vídeo. 

Obrigado 5SOS Brasil. 

Larissa – @Leviaserio

Curadoria: Beatriz Custódio (Equipe 5SOS Brasil)

O 5SOS Brasil nasceu com o intuito de mostrar o amor de cada um da equipe pelo 5SOS, mostrar para o público brasileiro a banda que começou fazendo cover para Youtube lá do outro lado do mundo, na Austrália. Com o tempo se tornou uma fonte de informação sobre a banda e interação com os fãs.

Mas isso todo mundo que acompanha esse mundo de fã-site sabe, afinal todos começam com a mesma finalidade. O que poucos sabem é como o fã-site funciona, como o pessoal da equipe se sente com relação a esse trabalho, por isso decidimos passar um pouquinho desse sentimento para vocês.

“Fazer parte do 5SOS BRASIL vai muito além do que eu imaginei um dia – achava que era um trabalho fácil, sem preocupações, afinal todo mundo quer passar o dia todo falando da sua banda preferida. A primeira cobertura foi no fatídico show que o Michael pegou fogo, o twitter foi à loucura, minha cabeça foi a mil, não tínhamos informação nenhuma e ainda precisávamos acalmar nossos seguidores, no fim da noite eu entendi o que era fazer parte de um fã-site: muitas vezes deixar sua emoção de lado para fazer o seu melhor.  A cada conquista da banda posso compartilhar com milhares de fãs a alegria que sinto, sofremos vendo vídeos de shows e desejamos milhões e milhões de vezes que o “NEXT YEAR” do Ashton se torne real. Aprendi fazendo parte da equipe que sempre podemos ajudar com palavras de carinho, é realmente gratificante ler mensagens nos agradecendo pelos conselhos – que as vezes podem não ser os melhores, mas são de coração. Aprendi também que algumas vezes eu irei ficar tão irritada e exausta de tudo isso que sentirei vontade de abandonar tudo, mas que no final sempre terá algo que irá fazer valer a pena. Fazer parte do 5SOS BRASIL é exatamente isso: um misto de sentimentos que as vezes nem você mesmo é capaz de entender, mas é impossível não sentir.” – Be

“O 5SOS, atualmente, representa um grande momento na minha vida. Meu interesse pela banda me levou a participar da equipe do 5SOS Brasil e hoje cuido da tradução das notícias. Posso dizer que, com certeza, é graças a banda que pude conhecer pessoas incríveis (incluindo essa equipe maravilhosa). Fazer parte da equipe é incrível, não só sei que posso contar com as meninas para tudo, como sei que elas compreendem a loucura que é fazer parte da 5SOS Fam. Confesso que não é fácil lidar com os problemas que surgem diariamente, trabalhar e ainda reservar um tempo para se focar no site, mas, no fim, vale a pena.” – Carol

“Cuidar de um fansite é mais trabalhoso do que a maioria das pessoas pensa, é como realmente um trabalho, temos que adequar o nosso dia a dia em prol das nossas responsabilidades como parte da equipe, principalmente as meninas da tradução. Mas ao mesmo tempo que é trabalhoso fico muito orgulhosa e impressionada com o quão longe chagamos com a 5sosbrasil, nós temos um site!!! Nunca imaginei que aquela conta no twitter que minha irmã inventou de fazer viraria um site e que este site teria uma grande equipe trabalhando duro para desenvolver tantos projetos. Aprendi muito, conheci muita gente e descobri que sim, é possível conseguir algo sendo fã, neste caso daquela bandinha lá, a five sec alguma coisa.” – Estela

“Quando o 5SOS Brasil começou, eu havia acabado de completar 16 anos e estava prestes a entrar no ensino médio. Os garotos da banda também eram mais novinhos, ainda não haviam lançado nenhum álbum ou single de grande expressão, estavam em Londres fazendo gravações em casa e ainda não haviam anunciado que estariam na turnê do One Direction (talvez eles ainda nem soubessem disso na época). De lá para cá, muita coisa mudou… muito rápido! Não tanto para mim, que continuo com a mesma cara e pouca idade, mas para eles, que fizeram mil e uma coisas, ganharam mil e um prêmios, quebraram mil e um recordes gerais e deles mesmos e na aparência, não lembram quase nada os adolescentes que eu havia conhecido. O 5SOS Brasil também mudou muito junto com a banda: deixamos de estar apenas nas redes sociais e criamos o site, as quatro pessoas que antes cuidavam do conteúdo acabaram virando doze, dez, nove… para dar conta da quantidade de trabalho que temos por aqui, nossa vida de lobo solitário procurando por admiradores do trabalho dos meninos ficou mais colorida, movimentada e divertida ao conhecermos diversos fãs através das redes sociais e dos encontros de fãs. O site é uma das coisas das quais mais me orgulho na vida, mas conciliar trabalho, faculdade, vida social e tudo o que precisamos fazer por ele muitas vezes não é fácil, de vez em quando precisamos brigar por algumas coisas, existem dias em que tudo acontece de uma vez, dias em que alguém da equipe não está muito motivado ou todo mundo tem algo para fazer e não vai estar disponível… acontece de tudo um pouco, e momentos assim me fazem questionar bastante coisa e acabar colocando tudo na balança. Felizmente, as partes boas de fazer o 5SOS Brasil e estar apoiando a banda dessa forma ainda pesam muito mais do que o resto. No fim do dia, espero que uma matéria, um vídeo, um post especial ou até mesmo um Tweet, tenham sido motivo para o sorriso de alguém, e isso me faz querer continuar trabalhando pela banda e pelos fãs.” – Fernanda

“Fazer parte da equipe pra mim é um sonho. Desde que eu comecei a gostar de música eu sempre tive esse sonho de fazer parte de um fã site, e eu não poderia ter escolhido uma banda melhor e uma equipe melhor. Sou muito agradecida pelo apoio e pelo carinho dos fãs da 5SOS. E para as meninas da equipe, eu só tenho que agradecer por todo esforço, carinho e dedicação.” – Julia

“No velho clichê, fazer parte do 5SOS Brasil é uma mistura de sentimentos. Eu me emociono com cada coisa que acontece com a banda – os vídeos dos shows, os discos de platina, os prêmios -, e também me emociono com as conquistas dos fãs – com os depoimentos, as histórias de superação e cada momento que a banda ou o site os proporcionou. Tem dias que eu amo atualizar, tem dias que eu tenho dúvida se devo ou não postar algo, e tem dias certos dias que não posso mais nem olhar para o Twitter (as chamadas votações). Tem aqueles dias que o fandom me faz rir com os memes dos meninos, e os dias que me fazem chorar com os comentários e agradecimentos. E além das atualizações, eu ainda tenho meus dias de conselheira e tentativa de Shakespeare para ajudar o pessoal. Fazer parte do 5SOS Brasil faz de mim uma pessoa mais auto-confiante, mais comprometida, e com uma personalidade ‘assumida’ por assim dizer. E ainda por cima, me trouxe, e continua trazendo amizades para a vida toda.” – Mari

Além de fazer amizades incríveis dentro e fora da equipe, o 5SOS BRASIL tem fãs-sites parceiros, que vão muito além da parceria, como a Nat do TEAM HALSEY BRASIL deixa bem claro.

“Poderia utilizar todos os caracteres disponíveis para falar sobre o que aprendi com o 5SOSBrazil mas vou reduzir tudo em amor e amizade. Nunca imaginei que iria fazer uma amizade tão linda com um fã clube e poder me divertir e sentir tão bem acolhida como foi com vocês. Além de fazer um trabalho maravilhoso cobrindo shows, postando fotos e afins, vocês dão atenção para todos com todo carinho desse mundo. Eu fico grata de ter virado fã dos meninos pois achei vocês e tudo que mais desejo nesse mundo é sucesso e que um dia todos da equipe possam conhecer os meninos. E como a Maria já disse se houver algum barraco me chama que eu defendo vocês com unhas e dentes.”

Texto/Curadoria: Beatriz Custódio (Equipe 5SOS Brasil)

Nos próximos dias, a coluna “Hey Everybody!” que teve duas edições no início de 2016 estará de volta! Saiba como será essa nova fase do projeto abaixo.

A nova versão da coluna Hey Everybody! nasceu junto a ideia de integrar quem sempre nos acompanha de uma forma única ao site. Afinal, sem cada um dos nossos seguidores não seríamos nada, se cada um não buscasse por informações e não compartilhasse o mesmo amor pela banda que nós, nada teria sentido.

Hoje, em que somos cerca de 35 mil fãs reunidos em uma única conta, queremos que cada um desses fãs sintam-se parte da equipe e tenham a oportunidade de expor suas ideias, medos, anseios, vontades e paixões. A coluna será uma plataforma onde poderemos desabafar e ter a certeza que pelo menos uma pessoa iremos ajudar, afinal toda palavra quando escrita com amor e carinho tem a força para ajudar quem precisa.

Queremos que vocês sejam parte disso e não se sintam apenas mais um número entre nossos seguidores, por que cada um de vocês é muito mais que isso para nós.

Com amor, Equipe 5SOSBrasil.


REGRAS/OBSERVAÇÕES

  • A coluna irá ao ar todo domingo.
  • Cada semana é escolhido um texto entre todos os enviados (salva exceções, em que podem ser escolhidos mais de um texto).
  • Os textos deverão ser enviados para o e-mail: colunahe@gmail.com com o tema do texto especificado no campo “assunto”, seu nome e seu user no final do texto.
  • Todo domingo logo após a publicação do texto no site, é liberado via Twitter (nos siga no @5SOSBrazil) um novo tema.
  • Os textos devem ser enviados sempre até sexta feira, as 22 horas.
  •  Caso você sinta vontade de escrever algo fora do tema também é bem vindo, você só precisa explicar antes do texto sobre o que ele se trata.
  • Qualquer dúvida estamos a disposição de vocês no Twitter (@5SOSBrazil).