5 Seconds of Summer na Allphones Arena antes de seu show em Sidney. Foto: Mark Metcalfe

Sucesso teve um preço para o vocalista e guitarrista da 5 Seconds of Summer, Luke Hemmings.

“Não estou no Tinder,” ele disse. “Não que eu saiba – a não ser que tenha uma conta secreta do Tinder por aí.”

Namorar não é a única parte da vida que mudou para Hemmings e seus colegas de banda, que devem iniciar a parte australiana da turnê no Sábado com um show esgotado na Allphones Arena, na cidade-natal de Sidney.

Perto de irem ao palco, Hemmings e o baterista Ashton Irwin estavam reunidos com suas famílias.

Foi um momento surreal para Hemmings.

“Faz um bom tempo desde que eles nos viram tocar,” ele disse. “É a primeira vez que vejo minha mãe em três meses.”

Hemmings disse que sua mãe deu-lhe alguns conselhos de preparação: “Se barbeie.”.

“Acho que minha mãe está bem contente que não teve que dirigir muito” Irwin disse.

Hemmings concordou: “Se não fosse na cidade, ela ficaria tipo: ‘o trânsito’.”.

Os quatro membros da 5SOS cresceram no oeste de Sidney, três frequentaram a Norwest Christian College no Riverstone.

Irwin disse que se apresentar em Sidney oferecia a banda uma chance rara de tocar para suas famílias.

“Foi tão bom vê-los,” Irwin disse. “Não temos muito espaço em nossas vidas para vermos nossas famílias. Não temos muito tempo de folga, então é bom fazer o que fazemos diariamente, tocar, incluindo eles.”.

A banda esteve em turnê por quase 70 dias, durante os quais um incidente na Wembley Arena incendiou o cabelo do guitarrista Michael Clifford depois que se aproximou demais de uma exibição pirotécnica. 5SOS teve uma ascensão meteórica desde que seu álbum autointitulado, e o single She Looks So Perfect , liderou as paradas nos Estados Unidos.

A banda fez turnê com a boyband inglesa One Direction, mas Irwin negou que houve qualquer rivalidade.

“Não estaríamos onde estamos hoje se eles não tivessem nos dados a chance de compartilhar o palco com eles.” ele disse.

A intensidade dos altos gritos das fãs adolescentes da 5SOS, entretanto, foi remanescente da Beatlemania de acordo com vários roadies [equipe que sempre acompanha uma banda em turnê] na arena de Sydney.

Hemmings admitiu: “Pode ser um pouco sufocante, mas não trocaria nada no mundo por isso.”.

Irwin disse que a popularidade da banda apresentou uma “boa oportunidade para espalhar uma mensagem maior que só música”.

Irwin disse que ele teve que “lidar com ansiedade e depressão na vida” e esperava que a música da banda ajudasse outros jovens a lidar com seus problemas pessoais.

“Com nosso próximo álbum, meio que queremos ter mais mensagens para a vida envolvidas no que fazemos porque temos uma voz para os jovens.”.

Fonte: Smh

Tradução/Adaptação: Equipe 5SOSBrasil

21/06/15 | Notícias
Compartilhe esse post:
Você pode gostar de ler também

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Atualizações da galeria