O quarteto de Sydney, 5 Seconds of Summer, não é só uma boyband e eles querem que a gente saiba. Veja a capa do seu álbum conhecido mundialmente: o X vermelho com estilo punk foi grafitado pelos seus corpos e o eu lema — “Derping since 2001” — está escrito na parte de baixo. “Derping” (“zoando”) soa como algo que pais prefeririam não saber mas é só uma abreviação adolescente para depreciação propria, atitude vinda do skate-punk. As fotos, mostrando a banda fazendo poses e se recusando a parecer bonitos, os coloca mais perto de Blink 182 que One Direction.

No palco, o guitarrista Michael Clifford, baixista Calum Hood, baterista Ashton Irwin e vocalista Luke Hemmings, continuam com a ideia que eles são mais punk que pop. A maioria ainda adolescentes, eles miram uma atitude punk tocando suas música com seus ossos de guitarra-baixo-bateria e zunindo por ela num palco sem muita coisa. No mix, tem letra sobre meninas vestido as roupas de baixo da banda (o single número 1 deles, She Looks So Perfect, menciona a marca American Apparel, que causou um aumento de 10% nas vendas) e seu desejo de ser velho o suficiente para “fazer todas as coisas que você vê nas revistas”.

Com essa veia sugestiva pulsando sob a sua entrega, eles estão se moldando para ser a geração de Sexting — mesmo que ainda seja temperada com uma ironia sem flete. Uma coisa é uma boy band se recusar a captalizar o ardor das fãs mais novas; outra é falar, como Calum fala “Vocês são um bando de caras, é isso que vocês são”, ao invés de ficarem bravas por serem chamadas de “caras”, as garotas tremem de alegria e Michael asm compensa com sua memória de uma vez ter visto Muse nessa casa de show “quando estava bêbado e menor de idade”. Hemmigs diz: “Pense nas crianças!” Mas as crianças estão ali, gritando ferozmente.

A maioria dessas meninas são tão inexperientes em ir a shows que elas não pedem por um bis, mas a lealdade delas que vai determinar o futuro da 5SOS. No seu própri direito, a banda aproveita as condutas do punk — a música que lembra Green Day, “End Up Here”, mostra aspirações muito longes do circuito adolescente. E eles já ganharam um prêmio da Kerrang!, mesmo que isso reflete o fato de que os leitores da revista são 51% meninas. Mas, como Busted, tocar seus instrumentos não faz deles menos boyband.

Fonte: The Guardian

Tradução/Adaptação: 5SOS Brasil

09/09/14 | Notícias
Compartilhe esse post:
Você pode gostar de ler também

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Atualizações da galeria